Dicas para melhorar sua betagem

Por: Gabriela Petusk Leitores, é bom tê-los aqui de novo! Já comentei do sucesso que foi meu post 18 erros mais comuns em fanfics?...


Por: Gabriela Petusk


Leitores, é bom tê-los aqui de novo! Já comentei do sucesso que foi meu post 18 erros mais comuns em fanfics? Muito obrigada a todos que se interessaram e espero que ele tenha sido de utilidade pública.

O texto de hoje tem como alvo não os autores, mas os leitores beta. De acordo com conversas que li Facebook e Nyah afora, algumas pessoas estão com vontade de corrigir histórias e não sabem por onde começar, ou estão trocando as bolas na relação com o autor. Vim aqui para dar algumas dicas espertas e conselhos aprendidos com minha experiência ou não. Vamos começar? Cintos afivelados e cadeiras na posição vertical.


Estabeleça um prazo para entregar o capítulo e respeite-o

Você é ocupado? Estuda muito? Trabalha? Passa o dia inteiro em casa comendo Cheetos na frente do computador? Tudo isso influencia no tempo que você leva para entregar a correção. Calcule o quanto você leva em dias para terminar uma betagem, levando em conta todas as suas obrigações versus seu tempo livre e adicione alguns de folga em caso de imprevistos. Se você se irrita quando o autor te cobra antes do prazo, deixe isso claro para ele. E que fique claro para você também: prazo significa “eu me comprometo a entregar seu capítulo em até X dias”, o que quer dizer que depois de X dias o autor pode e deve te perguntar a respeito, aí não adianta se estressar.


Comunicação com o autor é essencial

MP no Nyah, Facebook, Twitter, mensagem de celular, Skype, e-mail, telefonema, pessoalmente, linguagem de sinais, aviãozinho de papel. Estamos na era da comunicação e da informação. O meio você e o autor escolhem, mas conversem, nem que seja pra avisar um sumiço repentino. Perder o contato é uma das coisas que mais faz autores e betas abandonarem projetos. Mais do que só manter o trabalho em dia, conversar sempre a respeito da história ou não ajuda no surgimento de ideias e aumenta a intimidade entre vocês, o que é bom para qualquer coisa que dependa de crítica e opinião. É muito mais fácil dizer “Seguinte, a história não está boa” a um amigo do que a um desconhecido que pode se ofender.



Conheça bem sua ferramenta de texto

Muita gente usa computadores, celulares e outros aparelhos muito abaixo do que eles oferecem, e é a mesma coisa com programas. O Microsoft Word não serve só para digitar: ele tem corretor ortográfico embutido, ferramenta de comentário, permite inserção de tabelas, ajuste de parágrafos, localizador de palavras... Use a ajuda que o próprio programa oferece para aprender como ele funciona. Por recomendação da Cyndi (http://fanfiction.com.br/u/113711/), baixei o LibreOffice (http://libreoffice.org/), que é a ferramenta de texto para Linux. Funciona no Windows também, é superleve, quase não trava, o corretor ortográfico é mais inteligente, mais fácil de mexer, etc, etc, etc.


Tenha uma legenda funcional na sua correção

Quando eu digo funcional, quero dizer “que funciona”. Como seria uma legenda que funciona? Uma que é bem explícita, rápida de aplicar, simples de entender e não polua o visual do documento. (isso de poluição visual já é sugestão minha, não gosto de nada lotado) Se quiser copiar o meu modelo, eu faço assim:

(Negrito) ou Negrito: Comentário do beta

Sublinhado: Este trecho é referente ao comentário seguinte
Marca-texto: Palavra com ortografia errada ou erro de digitação

Este post (http://nyahmarshmallow.blogspot.com.br/2013/03/metodos-de-betagem.html) ensina outros métodos. Fique à vontade para escolher o seu e seja cuidadoso na hora de criar um.



Recomende obras que possam ajudar seu autor

Ninguém é 100% original. “Mas Gabi, isso é negativo! A história vai ser sempre clichê?” Não, camarada, não vai. Um clichê bem utilizado não é mais clichê. Enfim, o assunto do tópico é outro: se ninguém é totalmente original, existem obras por aí em comum com a sua, a minha e a do autor que você beta. Caso você conheça alguma que dialogue com a história do seu autor, sugira que ele a leia/assista. Isso é muito bom para ter uma referência e se inspirar também.

Um exemplo: meu autor, o Raven Gardenfield, escreve uma história que se passa num futuro distante onde a humanidade acabou. Sabendo disso, recomendei que ele assistisse aos seriados Terranova, Fringe e Defiance (é estreia, muito boa). Como a narração dele é em primeira pessoa e o tema é parecido, sugeri também Starters e Jogos Vorazes. Pense no que você conhece e indique sem medo.



Aplique um pequeno questionário antes de iniciar a betagem

Assim que um autor pedir que você bete uma história e você aceitar, faça algumas perguntas a ele. A história vai ser longa ou curta? Que gêneros ela tem? Você já planejou tudo ou ainda não? Isso serve para guiar o beta na hora da correção. Eu tenho uma lista própria de questões e vou postá-la aqui, mas cada um elabora as perguntas que preferir.


Meu questionário


1) O que você considera ser seu ponto forte na escrita?

2) E o seu ponto fraco? Você quer que eu esteja mais atenta a ele ou não precisa?

3) Você considera que precisa de ajuda com ortografia e gramática ou não tem problemas com isso?

4) Para essa história, você pretende que eu faça uma correção mais ou menos detalhada? Caso você queira que eu seja detalhista, vou analisar tudo, criação do mundo e de personagens, acontecimentos, desfecho, enfim. Desmontar a obra toda em vez de só dizer se ela parece bem construída.

5) Você considera que tem algum problema com descrição, seja ela de ambiente, sentimentos ou aparência de personagens?

6) Você já tem um esquema capítulo a capítulo para se guiar na hora de escrever?

A Liga dos Betas também elaborou um questionário. Ele é mais detalhado e pessoal que o meu, que trata mais da história em particular do que da postura do autor. Aqui está.


Questionário da Liga
1- Por que você escreve essa fic?
2- Aonde você pretende chegar com essa fic?
3- Por que você quer escrever algo (escrever em modo geral, não só essa fic)
4- Onde você pretende chegar como escritor? Quer ser profissional e famoso ou apenas passar o tempo se divertindo?
5- Por que você escolheu esse fandom?
6- Em uma escala de 0 a 10, o quanto você está disposto a se esforçar para melhorar a fic? Considere 0 = fazer nada e 10 = escalar o Himalaia de cuecas. (ou biquini, se for menina)
7- O que você costuma ler?
8- Resuma BEM RESUMIDO o que você planejou para essa fic, com começo, meio e fim. Se não tiver planejado, não tem problema, é só pra saber caso tenha pensado no que vai acontecer adiante e no final.
9- O mais importante: Você tem algo a dizer através dessa fic? Se tiver, o quê é?



Não aceite fandoms, ships e gêneros que você não gosta, não conhece e/ou não está disposto a conhecer


Quando você aceita uma betagem cujo fandom não conhece, corre o risco de passar informação errada ao autor ou não entender uma palavra do que ele escreveu. Evite isso, ou corra atrás de ler o livro, assistir ao filme, acompanhar o seriado, ver o anime, o que for. Sobre os gêneros que você não gosta, não aceite a menos que faça isso como um desafio pessoal de trabalhar com aquilo uma vez na vida e se comprometa a não reclamar. Caso contrário, você vai betar o negócio de cara amarrada e não vai ser legal.


Use e abuse das ferramentas que a internet oferece

Dicionários online, corretor ortográfico, fichas de personagem, dicionários de nomes, páginas explicativas, aulas de português, tradutores (embora eu nem sempre recomende), geradores diversos (de roupas, joias, nomes, livros e muito mais)... Tudo isso está por aí para ser usado. Há sites excelentes para suporte ao escritor que você, beta, pode usar ou indicar ao seu autor. Vou deixar aqui os meus favoritos, sendo que algumas páginas estão em inglês.

> Corretor Ortográfico (http://www.flip.pt/FLiP-On-line/Corrector-ortografico-e-sintactico.aspx)

> Dicionário da Língua Portuguesa (http://www.priberam.pt/dlpo/)

> Guia do Estudante (Exercícios de português) (http://guiadoestudante.abril.com.br/busca/?qu=Simulados%20Portugu%EAs)

> Aulas de Português do Nyah, por que não? (http://fanfiction.com.br/aulas.php)

> TV Tropes (Em inglês; uma wiki de clichês, recursos e estratégias das obras de ficção. Dá pra passar horas lá abrindo abas.) (http://tvtropes.org/)

> Springhole (Em inglês; vários artigos, testes e geradores da mesma pessoa a respeito de ficção e criação de personagens) (http://www.springhole.net/)

Claro, nosso blog também! Conte conosco.


Separe uma pasta no seu computador apenas para betagens (uma pasta para cada autor é uma boa pedida!)

Guardar seus arquivos é importante. Salve-os sempre, seja para quando forem necessários ou para comparar a evolução na escrita do seu autor. Sugiro nomeá-los de uma maneira lógica para facilitar a busca, assim: Nome da história – Capítulo 3, primeira correção. Em caso de ter um monte de autores, faça uma pasta com o nome de usuário dele e deixe tudo referente a ele lá.



Não se esqueça de ter um backup

Não dá para contar com a sorte. *salva o arquivo do post* Vai que, por um infortúnio, você está betando um capítulo atrasado na maior pressa e a energia cai. *salva de novo* Ou seu computador estraga. Ou o que a lei de Murphy aprontar para você. *salva de novo* Sugestão da CowardMontblanc (http://fanfiction.com.br/u/232980/): o Google Drive (http://drive.google.com) e o Dropbox (http://dropbox.com), dois serviços de armazenamento online para evitar esse tipo de desastre. *salva de novo* Uma dica minha é salvar o arquivo de dois em dois minutos para não fechá-lo por acidente e perder tudo. *salva de novo*



Nada de desculpas esfarrapadas (quando os autores fazem isso é detestável)

Sabe quando aquele autor preguiçoso diz “o capítulo tá ruim porque fiz com pressa” ou “estava muito cansado quando escrevi”? Péssimo, não é? Infelizmente na internet a história do cachorro ter comido seu dever de casa não funciona, então, as pessoas são cada vez mais criativas na hora de ter cara de pau. Não faça o mesmo que eles. Se você está sem tempo ou se esqueceu de betar, seja sincero e se desculpe. Depois, resolva sua pendência o mais rápido possível.


Trate o autor com educação, mesmo que não concorde com ele

Essa é uma dica básica de convivência e vale pra qualquer coisa. Sua opinião não é universalmente correta; nada é, na verdade, quando se trata de ciências humanas. Seu autor gosta de um casal fictício do qual você mantém a maior distância possível? O ship pode ser o horror que for, mas não é ilegal, não fere ninguém (a não ser sua sanidade mental, dependendo do ship) e ele tem todo o direito de gostar. Dizer “Não sou fã desse ship, não acho que X e Y sejam um bom casal” e “Que ship nojento, sai daqui, seu doente, nunca mais fale comigo” são duas coisas bem diferentes. 

O mesmo conta quando você e o autor discordam sobre que destino uma história deve tomar. Não é porque a história é escrita por ele que você não deve dar sua opinião: você é beta dele e ele te “contratou” exatamente para isso. A palavra final sobre a história é dele, mas sua obrigação como leitor beta é dizer o que pensa a respeito e todos os motivos de achar o que acha. Desde que a conversa se mantenha num nível civilizado, as opiniões de vocês podem divergir do Paraíso ao Inferno sem que surja problema algum, o que leva ao tópico seguinte.



Argumentar e debater não significam brigar

Enquanto algumas pessoas são muito inflexíveis, outras são passivas demais: evitam qualquer tipo de conflito e desacordo só porque não querem problemas, e acabam deixando passar um monte de coisas que podiam ter sido apontadas. Olha só, até o dicionário concorda comigo.


argumentar
v. intr.
1. Aduzir argumentos; objetar.
v. tr.
2. Alegar.
3. Responder.
4. Opor.


debater
v. tr.
1. Discutir em debate.
v. pron.
2. Agitar-se com violência (procurando desprender-se ou se soltar).
3. Empregar resistência.


brigar
v. intr.
1. Ter briga, lutar.
2. Disputar.
3. [Figurado] Destoar, não condizer.

Exemplos extraídos deste dicionário online. (http://www.priberam.pt/dlpo/)

Tá vendo? Nem sempre discordar é uma coisa ruim. Muitas vezes é o ponto de partida para uma mudança, e que seja para melhor.

Faça alguma coisa legal com seu autor

Crie uma relação descontraída, não puramente profissional. Mande uma piada do fandom no qual ele escreve. Converse sobre assuntos tranquilos, dê risada. Faz bem relaxar um pouco. Ser crítico o tempo todo faz até mal, e eu sei bem disso.


Se possível, torne-se amigo do seu autor

Você e seu autor já estão unidos por um assunto em comum, que é a escrita. Some mais um tema para conversar caso ele escreva uma fanfic e você goste da obra original. Por que não desenvolver uma amizade? Posso dizer que foi uma das melhores coisas que me aconteceu nessa vida de escritora amadora.


Encare a betagem como um serviço sério, sem se esquecer de que é um prazer

Escrever não é brincadeira. Pode ser até uma distração, depende de como você encara a coisa e do que escreve, mas é cansativo, difícil, inconstante e nos torna exigentes. É tão sério que há pessoas sobrevivendo disso por aí. Apesar de tudo, é um meio de expressarmos o que sentimos, uma maneira de passar uma mensagem ao mundo.

Se você beta histórias, você ama escrever. Cuide bem da escrita, tanto da sua quanto da que você corrige. Tenha compromisso. Faça-a evoluir. Não a despreze. Aprenda a gostar dela, porque se não for um produto só seu, tem a sua participação no processo. Dê o seu melhor.


Material consultado:
Entrevista com os betas da Liga



Gabriela Petusk é quase escritora, quase criativa, quase complicada. Aspira ao cargo de editora ou copydesker em algum lugar do país ou do mundo e garantiu uma vaga no curso de Jornalismo da UFU.

Artigos relacionados

2 comentários

  1. Uau, um belo texto, vai ajudar muita gente :3
    Li pensando em melhorar minha betagem. Entretanto, só beto as histórias de uma amiga. Na verdade acabou virando um tipo de "trato". Eu beto as histórias dela, ela as minhas e assim vai. É bom que eu também apresento coisa nova pra ela e vice-versa ;3
    Por sorte os maiores erros dela são só de digitação, então no final acaba sendo uma betagem tranquila =w=
    Acho que uma dica legal, que eu não sei quantas pessoas fazem, é quando achar algo incoerente no texto, ou que está vago, chegar no autor, falar ou até pedir pra ele mudar. Já conheci beta que saia mudando as coisas sozinho e nem avisava nada. Ai o autor não progride :c
    Um belo blog este, agora estou seguindo o/

    warpday.blogspot

    ResponderExcluir
  2. Olá, Lena, agradecemos demais o carinho. Ficamos felizes que a postagem tenha sido útil. Se você tiver qualquer sugestão de postagem, não hesite em falar conosco, ok? Estamos aqui para atender todo mundo.

    Um grande abraço!

    ResponderExcluir

O blog da Liga é um espaço para ajudar os escritores iniciantes a colocarem suas ideias no papel da melhor maneira possível.