O Guia da Procrastinação Para Escritores, parte 1.

Por: Lariez (https://fanfiction.com.br/u/505672/) Oi, gente! Esse é meu primeiro post no blog da Liga dos Betas, e acabei escolhendo ...



Por: Lariez (https://fanfiction.com.br/u/505672/)
Oi, gente! Esse é meu primeiro post no blog da Liga dos Betas, e acabei escolhendo um tema que sempre me assombrou. Como já li trocentos artigos sobre esse assunto, resolvi juntar minhas experiências (algumas felizes, outras horríveis) e escrever eu mesma um pequeno guia. Espero que te ajude!
Com as férias de muita gente chegando, bate aquele pensamento já conhecido: “cara, eu vou usar esse tempinho livre pra escrever a minha história”. Então, você lembra da história, se anima de novo com o enredo e abre o Word. Quinze minutos depois, a sua amiga te chama para bater papo e, de repente, você se encontra vendo algum vídeo muito aleatório no YouTube ou descendo a página do Facebook. Difícil, né? Esse é o maior inimigo do escritor: a procrastinação. E ela é malvada.
Muitas vezes, fazemos isso sem perceber, e quando percebemos já é tarde demais: a procrastinação quebrou a marteladas o seu raciocínio e você perdeu a animação (de novo, talvez). Isso provavelmente vai fazer com que você volte para os vídeos aleatórios e desista. Isso é normal e acontece com todo mundo, até com a pessoa que escreveu um guia para tentar evitar a procrastinação (sim, por mais irônico que isso seja).
Existem várias ferramentas para evitar que você volte para os vídeos aleatórios enquanto você devia estar escrevendo, mas poucas pessoas as conhecem e as usam. Uma das mais importantes, inclusive, são os softwares (programas de computadores) desenvolvidos para a escrita que nos ajudam a matar a nossa procrastinação interior, e são desses que nós vamos falar nesta primeira parte. Abaixo, estão cinco dos vários programas que escolhi, e um breve resumo deles.

1. FocusWriter

O FocusWriter é um programa bem conhecido pelo seu modo “distraction-free” (do inglês "livre de distração") e por ser simples de se manusear. Ele ocupa todo o espaço da sua tela (sim, aquela barra de ferramentas só aparece se você passar o mouse por ali, assim como a barra inferior onde ficam os documentos editados) a fim de deixar apenas um espaço para que você escreva. O programa também conta com vários outros recursos opcionais, como definição de meta diária, salvamento automático do seu trabalho e dicionário próprio, por exemplo.
Além disso, o FocusWriter é totalmente customizável, ou seja, você pode adicionar backgrounds, escolher o tipo de caixa e as letras! Esse é o layout que eu costumo usar quando escrevo nesse programa. Ele suporta todos os sistemas operacionais disponíveis, desde Windows até Linux, e é de graça (o que eu acredito ser a melhor parte), mas você pode contribuir com os criadores, caso tenha dinheiro. Para fazer o download, acesse a página do software, selecione seu sistema operacional e coloque $0.00 USD como opção de pagamento.



2. Write or Die
Write or Die é uma ótima opção para quem precisa escrever urgentemente ou está simplesmente procurando um desafio. Para começar a escrever neste website (a versão software, infelizmente, é paga), você precisa determinar uma meta de palavras, um tempo determinado para alcançá-la e escolher um modo de escrita, dos quais existem três disponíveis, que vão desde o mais “pega leve” até o mais difícil. Diferentemente dos outros, ele não oferece uma tela livre de distrações, então é preciso que você tenha um pouco de autocontrole. Uma boa sugestão é deixar apenas esse site aberto e colocar o seu navegador em tela cheia (F11).
No “Stimulus Mode”, você escreve ao som de músicas de ambiente, como barulhos de chuva, e quando você para de digitar por um determinado tempo, o som desaparece e a tela se torna vermelha até que você volte a escrever. No “Consequence Mode”, se você para de escrever, a tela fica vermelha e barulhos horríveis começam a aparecer, como choros de vários bebês juntos e buzinas. Já no “Kamikaze Mode”, que aparece no print, o programa começa a apagar letras aleatórias do que está escrito (aproximadamente uma letra por segundo!) até que você volte a escrever. É possível pausar a sessão se você precisar, e também salvar suas palavras.
Para começar a escrever, acesse a página do Write or Die. Vários recursos adicionais irão aparecer, mas você precisa comprá-los por aproximadamente US$ 20.00. Para usar o website de graça, há uma pequena caixa abaixo dessa que permite decidir apenas a meta, o tempo e o modo. Escolha de acordo com a sua coragem, aperte o botão “Try” e divirta-se!

3. WriteMonkey
O Write Monkey é um software com um design super simples, como a imagem mostra. Na tela do seu computador sobram você, suas palavras e um relógio. O design do fundo pode ser personalizado assim como as fontes usadas, mas nada muito sofisticado; muda-se apenas as cores. Você pode ver mais screenshots na própria página do WriteMonkey, além de informações mais específicas sobre o programa.
Além disso, o programa oferece vários recursos adicionais, que vão desde inserção de marcadores no seu texto até opção de outras línguas no programa (infelizmente, o corretor ortográfico na língua portuguesa só está disponível para o português de Portugal), sem contar dos plug-ins disponíveis, que podem ser bem úteis ao escritor. Isso faz dele um dos softwares mais completos, porém um pouco difícil de manusear. Mas é claro, se você está aqui apenas porque precisa terminar aquele capítulo o mais rápido possível, a maioria desses recursos não serão necessários a primeira instância.
Para fazer o download, acesse a página do WriteMonkey e clique em downloads.

4. Calmly Writer

Assim como “Write or Die”, o Calmly Writer não é um software e sim um website (oferecendo uma opção de extensão no navegador Google Chrome), mas merece estar na lista pela praticidade e pelo modo distraction-free.
Na tela de escrita, não há nada mais que o símbolo do website, que leva as preferências (caso o usuário queira, é possível que a contagem de palavras/caracteres também apareça). É recomendado que se escreva na tela cheia, minimizando assim a chance de procrastinação. Isso pode ser feito acessando o menu e selecionando a opção “toggle full screen”.
O Calmly Writer também possui outros recursos, que vão desde o modo focus, que deixa destacado apenas o parágrafo que você está escrevendo, até os sons de teclado. Para usá-lo, apenas acesse o site e clique em “Open Calmly Writer”.

5. FORCEdraft
Deixei esse software por último pelo fato de ser o mais radical da lista, e que provavelmente vai te fazer escrever o que você precisa por bem ou por mal. FORCEdraft é um programa cujo objetivo é não te deixar fazer nada no seu computador até que você escreva o que precisa. Ele “trava” sua barra de ferramentas do Windows para que você não consiga sair da tela, e com isso, continue escrevendo.
São oferecidas três alternativas antes que apareça a tela de escrita: você pode definir um tempo para o bloqueio da tela, um número de palavras ou simplesmente sair quando você quiser (padrão). A única forma de sair do programa é clicando no logo FORCEdraft; porém, dependendo da opção que você escolheu, ele obviamente não vai te deixar sair tão fácil assim e mostrará quantos minutos/palavras faltam. Quando você completa os minutos ou a sua meta de palavras, é só clicar no logo e depois em “save and exit”.
Dica: Cuidado para não confundir as opções! Da primeira vez que usei esse programa, escolhi 500 palavras e cliquei erroneamente na opção dos minutos. No fim, tive que esperar 500 minutos (chorando) para usar meu computador novamente. Além disso, é bom que você faça tudo o que precisa no seu computador antes de começar a escrever no FORCEdraft.
Infelizmente, o site oficial deste software não existe mais, mas ainda é possível fazer download de graça (assim como os desenvolvedores o disponibilizaram) acessando o link.

Existem outros softwares disponíveis por aí, como o DarkRoom, o ZenPen e o OmmWriter. Vale a pena dar uma olhada neles se você não gostou ou não se deu bem com algum dessa lista.
Quero ressaltar que nenhum desses softwares vai te salvar 100% da procrastinação (infelizmente). Eles oferecem apenas a base, e cabe a você construir a casa em cima dela. O que eu quero dizer com essa metáfora de qualidade duvidosa é que você precisa se policiar, fazer a sua parte. O programa já é de grande ajuda, mas se você ficar interrompendo sua escrita para ver os vídeos aleatórios, não vai adiantar muita coisa. É preciso que você tenha, acima de tudo, foco.
Uma coisa que costumo fazer é desligar a internet e deixar apenas o software de escrita em execução no computador. Assim, se eu acabar me distraindo e abrir o navegador, ele não vai se conectar e eu vou acabar voltando a escrever. Além disso, não comece estipulando metas muito grandes, como terminar todo o capítulo naquele dia ou escrever 2000 palavras. Começar do pouco vai fazer com que você alcance a meta de uma forma mais rápida, e então você pode aumentar gradativamente. Tentar escrever 500 palavras por dia, tecnicamente, vai ser mais eficaz do que tentar escrever 2000 em um único dia.
E é isso! Espero ter ajudado com essa lista. A parte 2 sairá em breve, se eu parar de procrastinar.
XOXO, Lariez.

Artigos relacionados

6 comentários

  1. Incrível! Seja muito bem-vinda Lauriez! Eu amei o seu artigo! Espero ver o próximo em breve! Isso com certeza ajudará bastante gente, eu por acaso estou com um projeto na cabeça mas a procrastinação sempre acaba me pegando... Talvez um desses programas possam me ajudar a concentrar mais no texto! Parabéns pela publicação e muito obrigado!

    ResponderExcluir
  2. Eu sou bem disso. estou escrevendo a alguns meses (ou devo dizer estava) estava tudo indo bem gracas a um calendário que eu criei no Excel que tinha como meta 500 palavras por dia (tinha na cabeça que acontece-se o que acontecer tinha que escrever as quinhentas palavras) mesmo as vezes deixando menos de sem palavras para a meta ou escrevendo quase mil palavras, só que infelizmente eu comecei a perder o foco e acabei que perdi o meu calendário, e agora estou procurando coragem para continuar.

    Gostei do post
    Ricardo

    ResponderExcluir
  3. Adorei o post! Não sabia da existência desses programas, achei bem úteis e alguns muito engraçados (Write or Die? Really?). Às vezes, tudo o que precisamos um empurrãozinho maroto assim kkkk e, claro, de muito foco e compromisso.
    Qd eu estiver no PC vou testar alguns. Gostei do primeiro, achei o mais tranquilo kkkkk

    ResponderExcluir

O blog da Liga é um espaço para ajudar os escritores iniciantes a colocarem suas ideias no papel da melhor maneira possível.