Dicas para escrever um bom drama, terror e angst [2/3]

Por: Amaranthine Perfil: https://fanfiction.com.br/u/495521/ Olá, pessoas lindas! Continuando um post secularda Liga, eu, Lad...


Por: Amaranthine

Olá, pessoas lindas!

Continuando um post secularda Liga, eu, Lady Amaranthine, irei guiá-los pelo maravilhoso (ou nem tanto) mundo do angst. Um gênero de leitura que gera muitas dúvidas para os escritores de plantão.

Para quem não me conhece, pode ficar tranquilo que mordo pouco. X3 *ajeita o vestido*

Lady Amaranthine se preparando para este post
Vamos lá!

1. O que é angst?

Para começar a falar sobre angst, precisamos saber definir este termo. E ninguém menos que o nosso adorável amigo Wikipédia para nos dar uma mão! Segundo ele:

“Angst é uma palavra alemã, dinamarquesa, norueguesa e holandesa para medo ou ansiedade. É usada para descrever um conflito intenso.”

Então, meus lindos... Como a própria definição diz, angst é medo, ansiedade, mas nós usamos mais no sentido de angústia. Claro que essa palavra engloba todas as anteriores, mas ela possui um diferencial que é explicado logo em seguida em “descrever um conflito intenso”. Como devem estar pensando, pequenos, angst não é fruto de apenas um sentimento intenso, mas de um conflito, caso contrário, viraria apenas um drama.

Mas, Lady, um drama tem conflito e com todos esses elementos!

Sim, tem! Por isso em alguns sites de fanfics você pode não encontrar esse gênero para leitura, acreditam? É comum confundirem o drama com o angst exatamente porque eles estão interligados.

Então, como diferenciar?

Simples. Pense na intensidade da emoção provocada. Não confundam a sensação do angst como a de uma garotinha que acaba de perder o namorado. Pense em algo mais sombrio, em uma dor profunda como a perda de um parente ou o sofrimento de alguém que acaba de perder os movimentos das pernas. Ok, estou indo um pouco longe, mas deu para entender.

O drama comum da mocinha esperando pelo namorado na chuva é, como o nome mesmo sugere, só drama mesmo, não tem nada de angst.
2. Como escrever um angst?

Depois de toda essa teoria, hora da prática! Isso não é ótimo?

Sua cara para a minha pergunta, era mais fácil eu parar de falar e explicar logo...

Sem mais delongas. Agora falo seguindo a minha experiência como escritora porque eu posso, porque acho que os meus quase seis anos escrevendo fanfic desse gênero deve valer de algo. Não estou passando um guia definitivo, pensem mais como dicas até porque o post é de dicas, né?

a) O que irá tornar minha história angst? É preciso pensar qual o aspecto central da sua narrativa para formular um enredo bom o suficiente onde se encaixe o angst. Uma vez que drama e angst costumam andar de mãos dadas, dá para explorar bastante coisa sem ser cansativo.
 Se tudo der errado, você sempre pode correr!
b) Não exagere: Gente, sério. Só porque eu falei que o angst é um sofrimento mais profundo, não indica que você vai lotar a sua história de eventos tristes. Até porque vai cansar a beleza do leitor que nem vai mais se sentir triste com aquilo. É preciso que haja equilíbrio entre cenas. A vida de ninguém é uma nova miséria a cada dia. 

Nem a Lady Gaga gosta quando você fica inventando moda para escrever um angst.
c) Seja envolvente! Se a sua história for envolvente, não importa o gênero, dá para colocar angst no meio, e ficará bom! Basta planejar direitinho o que quer e botar a mão na massa! Bom... Quero dizer, planejar e descrever emoções direito, um acontecimento por si só não causa nada.

d) Descreva as emoções dos seus personagens: Sério, evite narrar como se estivesse em uma partida de futebol. Meros atos não implicam em aprofundamento da história. É quase o mesmo que escrever um rascunho do que está preparando para o capítulo. Por que digo isso? Simples, se sua história não passar emoção... Adeus, angst!

Quando alguém tenta escrever um angst sem fazer um fundo emocional decente para seus personagens.
E como último ponto, mas não menos importante, o bom senso. Vamos usar ele para escrever coisas lindas. E é isso! Espero ter ajudado em algo e tirado algumas dúvidas. Até a próxima, lindos!

Hasta la vista, baby!

Links utilizados:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Angst

Artigos relacionados

4 comentários

  1. Ahhh, achei o post que eu estava precisando!
    Estou eu aqui, com um texto beirado as 20 mil palavras que desde o momento que teclei a primeira queria que o leitor sofresse aquela angustia sem fim quando lesse. Dei uma pausa de uma semana e voltei para ler. Nada, aquilo estava longe um angust! Me perdi tanto que parece mais uma comédia romântica.
    Eu não sei oque em mim que agora só quero ler e escrever slow burn (tem termo em português para isso?) e estou sofrendo para fazer algo lento e interessante. Será que tem um post sobre isso? Se não, ai vai a sugestão <3

    Obrigada <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não acho que haja nenhum post sobre isso, mas é uma ótima ideia e vou adicionar à nossa lista de sugestões.

      Beijos

      Excluir
  2. No meu caso, o personagem central sofre Sim(!) uma angústia a cada dia hahaha. O texto é muito bom, mas ainda não sei como vou aprofundar as emoções do personagem... Minha escrita foi definida aqui: um jogo de futebol; só ações.
    Beijo :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário!
      Desejo-te muita sorte na tua história :)

      Excluir

O blog da Liga é um espaço para ajudar os escritores iniciantes a colocarem suas ideias no papel da melhor maneira possível.