Como fazer crítica literária: uma proposta

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Por: Fernanda N.



A verdade nua e crua muitas vezes pode doer, mas bem colocada, constrói. Vamos ver qual a melhor forma de fazer uma resenha crítica.

Bom, muitas pessoas, ao lerem “crítica”, já entendem como “apreciação desfavorável”. Mas nem sempre uma crítica vai apresentar apenas o lado negativo da coisa. E nem deve. E é por isso que estamos aqui.

Significado de Resenha de acordo com o dicionário:

s.f. Relação minuciosa.
Enumeração por partes.
Escrito em que se dá uma ideia geral e sumária de uma obra, sem se demorar em apreciações críticas.


Significado de Crítica de acordo com o dicionário:
crítica sf (de crítico) 1 Apreciação minuciosa. 2 Apreciação desfavorável. 3 Censura, maledicência. 4 Discussão para elucidar fatos e textos. 5 Exame do valor dos documentos. 6 Arte ou faculdade de julgar o mérito das obras científicas, literárias e artísticas. 7 Juízo fundamentado acerca de obra científica, literária ou artística. 8 Filos Parte da Filosofia que estuda os critérios. 9 Conjunto dos críticos; sua opinião. C. pessoal: a em que se trata mais do autor que da obra. 


Basicamente, uma crítica vai ser construída em cima da análise do enredo e do que o título sugere à história.


Primeiro: 

Qual o título? Ele faz jus a sua história ou é totalmente desconexo? Ao ler o título, você achou que a história se trataria do que de fato se trata?

Parece que não, mas o título faz toda a diferença. É ele quem vai despertar ou não o interesse do leitor, além de ajustar suas expectativas. E, imagine se o nome do meu livro é “Eu gosto de peixes” E então minha história fala sobre cachorros? O que o leitor ia pensar ao ler o título e depois a história?


Segundo: 

Agora, vamos identificar e analisar os três itens necessários em uma história: Apresentação, clímax e desfecho. Ou artigo: Introdução, desenvolvimento e conclusão.

"Mas o que isso tem a ver?"

Pois, então... Imagina se, por acaso, não existisse algum desses três itens que mencionamos? Não haveria uma sequência de fatos. Ao fazermos uma crítica, temos que analisar parte a parte e depois encaixar esse nem-tão-difícil quebra-cabeça. Não entendeu? Deixa-me explicar melhor: 

Durante a análise, vamos cuidar de ver item por item desses três mencionados, analisar o conteúdo de cada parte do enredo e ver se, de fato, os três encontram-se claramente presentes. Depois, devemos analisar o enredo como uma coisa só, ou seja, devemos ver se há harmonia e conexão ou se está incompreensível.

A história foi bem construída ou houve dificuldade de entendê-la como um todo? Você sentiu ausência de algum ponto necessário? Além disso, observe a construção da cena, dos personagens. Você conseguiu analisar tudo isso e entender completamente?


Terceiro:

Uma coisa também muito importante de analisar é a forma como foi escrito, ou seja, a gramática está de acordo com: 

  • 1. A norma-padrão?

  • 2. A época em que se passa a história?

  • 3. Se narrado em primeira pessoa: está de acordo com a personalidade do personagem?


E o gênero? A história faz jus a ele? 

Enfim, durante todo o processo, escreva um esboço sobre cada tópico, para ter certeza de que não se esqueceu de nada. Depois, é só juntar as ideias e escrever sua resenha. 

Escreva com cuidado, coloque bem suas palavras. Se houve uma falha em algum dos três pontos, aponte-a e explique o que aconteceu de errado. Tenha fontes, base, conhecimento. Não escreva pelo que “você acha”.

Mostre de forma clara cada exigência, mas sem ofender o escritor, e monte sua crítica com base também nesses pré-requisitos que você usou para julgar. 


Atentem-se: crítica literária ≠ opinião


“Será necessário ouvir com atenção e cuidado a saraivada de críticas que for dirigida a você, tente assimilar com cuidado, veja porque está sendo criticado, e tente fazer o melhor sempre.” —Emerson Natal


**** 




Material consultado:

dicionario aurelio
dicio.com.br

Fernanda Norato é beta reader, semi-atriz de teatro e almejante de arquiteta. Moderadora da fan page do Nyah (a page não-oficial) e administradora de seu tumblr (http://more-happiness-more.tumblr.com/).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O blog da Liga é um espaço para ajudar os escritores iniciantes a colocarem suas ideias no papel da melhor maneira possível.



As imagens que servem de ilustração para o posts do blog foram encontradas mediante pesquisa no google.com e não visamos nenhum fim comercial com suas respectivas veiculações. Ainda assim, se estamos usando indevidamente uma imagem sua, envie-nos um e-mail que a retiraremos no mesmo instante. Feito com ♥ Lariz Santana