Terror vs. Suspense

Por: Seed Gipsy [https://fanfiction.com.br/u/144910/] Oi, pessoal! Esse é o meu primeiro artigo no blog, e vou começar com algo sim...


Por: Seed Gipsy
[https://fanfiction.com.br/u/144910/]
Oi, pessoal!
Esse é o meu primeiro artigo no blog, e vou começar com algo simples, mas que pode ser confuso para todos: a diferença entre suspense e terror.
Como vocês devem saber, ambos são gêneros e são abordados em qualquer forma de entretenimento, seja filme, livro, séries e até mesmo fanfics. Para podermos diferenciar esses dois gêneros, é interessante primeiro entender cada um deles individualmente e com suas particularidades, então vamos começar!
Suspense: enquanto gênero, o suspense remete a uma sensação de impaciência e hesitação diante dos desdobramentos do roteiro, normalmente ligada a efeitos dramáticos.  A característica principal desse gênero é o desconhecido, o mistério, e a inquietação que tal mistério acarreta na história. Na literatura e no cinema, suspense é um gênero onde domina as situações de tensão, provocando temor e/ou eventualmente sustos no leitor ou espectador.
Um autor de suspense sugere pistas sobre o possível fim do conflito, de modo a que o telespectador ou o leitor possa deduzir o que estará prestes a acontecer. A resolução do desenvolvimento, finalmente, deve concretizar-se de forma lógica e de acordo com o gênero.
Alguns exemplos clássicos de suspense são o filme “Psicose” de Alfred Hitchcock e o livro “O iluminado” de Stephen King.

Cena de "Psicose" de Alfred Hitchcock
Terror: é um gênero que está sempre muito ligado à fantasia e à ficção especulativa e é criado com intuito de causar medo, aterrorizar.  O gênero pode ser diferenciado em terror e horror. Enquanto o terror conta com uma narrativa de suspense, cuja explicação nada possui de sobrenatural, sendo essencialmente psicológica, o horror conta com elementos sobrenaturais ou de ficção científica. Ambos, apesar de sempre contar com um pouco de suspense, tem como finalidade assustar o leitor ou expectador.
Esse gênero geralmente é mais apelativo, conta com cenas explícitas e muito descritivas, feitas não para atiçar a curiosidade, mas para passar medo para a audiência.
Alguns exemplos clássicos desse gênero são filmes como “O chamado”, “Invocação do Mal”, “o Exorcista” e livros como “Cujo” de Stephen King e “O barril de Amontillado” de Edgar Allan Poe.

Cena do filme "The Ring"
 Okay, Tia Vito, agora nós sabemos as particularidades de cada um, mas como diferenciar cada gênero?
Não tema, Pequeno Gafanhoto, agora que você conhece individualmente cada um dos gêneros, isso vai ser bem simples.
Como vocês puderam observar, o gênero de suspense é feito para tencionar a audiência. Os fatos não necessariamente seguem uma ordem cronológica e podem se apresentar de forma confusa, até que, ao fim, se esclarecem. O suspense sempre é relacionado a algum mistério que ocorre junto com o desenvolvimento do livro ou filme. As cenas nesses livros são geralmente pouco descritivas e deixam muito para a imaginação de forma que a narrativa pode ser um pouco vaga, para prender o leitor. Nos filmes é comum o uso de músicas que causam aflição ao espectador e o uso de ângulos pouco claros para filmagem, de forma que a observação possa ser confusa.
Já o terror não é feito para tencionar o público, mas para aterrorizá-lo. O medo passado é bem mais explicito, os fatos seguem uma ordem geralmente simples de ser acompanhada e nem sempre se tem um mistério que guia a trama, ele geralmente é uma base para uma série de eventos aterrorizantes que o sucedem. Enquanto nos livros, as cenas de terror são extremamente descritivas e deixam pouco para a imaginação. A ideia é proporcionar uma imagem vívida na mente do leitor, capaz de aterrorizá-lo. Em filmes brinca-se muito com a trilha sonora e os efeitos visuais para aumentar o medo do telespectador, que passa a ter cada vez mais certeza do que vai acontecer.
Entenderam a diferença?
É importante acrescentar que esses dois gêneros tendem a andar juntos, principalmente quando o principal é o terror, pois ele sozinho não é tão cativante quando a expectativa de que algo assustador vai acontecer (e é aí que entra o suspense) para então aterrorizar a audiência (e aí entra o aspecto apelativo do terror).
Espero que todo mundo tenha conseguido entender certinho as diferenças entre os gêneros e que isso possa ajudar vocês a adaptar sua escrita ao gênero literário que vocês estão trabalhando – ou arrumar a sua categoria no Nyah! que você acabou de descobrir que estava errada rs.
Tchauzinho e até a próxima!

Artigos relacionados

0 comentários

O blog da Liga é um espaço para ajudar os escritores iniciantes a colocarem suas ideias no papel da melhor maneira possível.